Grupo de bispos pede por 'conversas mais profundas'

Other Manual Translations: English français español

Oito bispos metodistas unidos estão pedindo uma nova forma de unidade em meio às diferenças sobre a sexualidade humana que parecem estar empurrando a Igreja Metodista Unida para uma divisão.

Os bispos Scott J. Jones, Eduard Khegay, Michael Lowry e Mark J. Webb, juntamente com os bispos aposentados Lindsey Davis, Alfred W. Gwinn Jr., Robert E. Hayes Jr. e Young Jin Cho, assinaram uma declaraçãoe a apresentaram para a igreja pedindo “conversas mais profundas sobre novas expressões do testemunha metodista”. Eles pediram aos metodistas unidos que concordam com a declaração que a assinassem.

"É hora de ser honesto sobre a nossa realidade atual", diz o comunicado. “Os eventos desde o encerramento da Sessão Especial da Conferência Geral ilustram quão profunda é a nossa divisão. Infelizmente, ainda há discórdia, caos e combates ainda maiores no horizonte na Conferência Geral de 2020, em Minneapolis”. A legislação aprovada na Conferência Geral de 2019mantém a posição da igreja, que data de 1972, de que a prática da homossexualidade é “incompatível com o ensino cristão”. Essa legislação, conhecida como Plano Tradicional, fortaleceu as proibições da igreja contra a ordenação de clérigos “gays praticantes auto declarados” e uniões entre pessoas do mesmo sexo.

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo

Assine a nossa nova newsletter eletrônica em espanhol e português UMCOMtigo
Você gosta do que está lendo e quer ver mais? Inscreva-se para receber nosso novo boletim eletrônico da UMCOMtigo, um resumo semanal em espanhol e português, com notícias, recursos e eventos importantes na vida da Igreja Metodista Unida

¡FIQUE INFORMADO!

A nova legislação entra em vigor em 1º de janeiro nos EUA, e um ano depois da Conferência Geral de 2020 em regiões eclesiásticas da África, Europa e Filipinas.

"Precisamos sair dessa dinâmica de ganhar/perder e chegar a um ponto em que analisamos uma nova forma ou organização que possui várias filiais ou fluxos", disse Lowry, que lidera a Conferência Central do Texas. “Existem diferenças entre nós oito que assinamos, então não estou falando por eles. Eu espero por uma nova forma de unidade”.

Os signatários da “UMC Deeper Conversations” (IMU Conversas Mais Profundas) disseram que o recente apelo e compromisso de alguns por uma moratória em todas as reclamações relacionadas ao clero LGBTQ e ao clero realizando casamentos do mesmo sexo, sem um apelo a ações que violem O Livro de Disciplina da denominação é um sinal de ruptura.

O Bispo da Área da Flórida, Kenneth H. Carter, cujo mandato como presidente do Conselho de Bispos está chegando ao fim, sugeriu uma moratória nos julgamentos da igreja relacionados a indivíduos LGBTQ, ao mesmo tempo em que pedia o afrouxamento da cláusula de confiançada denominação para permitir que as congregações saíssem com propriedades. E os cinco bispos ativos da Jurisdição Ocidental prometeram fornecer "um porto seguro"para o clero LGBTQ.

O Bispo da Conferência de Nova York, Mark J. Webb, escreveu uma carta à sua conferência sobre a declaração dos oito bispos.

“Continuarei cumprindo o voto sagrado que fiz quando fui ordenado ancião e consagrado a bispo para administrar fielmente o Livro de Disciplina da Igreja Metodista Unida. Vou viver essa responsabilidade com o máximo de graça, compaixão, justiça e integridade possível”, disse Webb na carta.

“Não ignorarei reclamações de qualquer natureza que venham a mim e as processarei conforme descrito no Livro da Disciplina, que procura fazer todo o possível para alcançar uma solução justa.”

Conversas de vários grupos, como UMCNext, a Associação do Pacto WesleyanoO UM-Forwarde outros, foram oferecidos como um bom trabalho que poderia trazer novas formas de ministério.

"É hora de abençoar, apoiar e libertar um ao outro para ser a igreja que sentimos que Deus nos chama", diz o comunicado.

Os bispos divulgaram sua declaração depois que o Conselho dos Bispos realizou sua reunião de outono, de 3 a 6 de novembro, no Centro de Retiros e Conferências Lake Junaluska, na Carolina do Norte.

Bispo daConferência do Arkansas, Gary E. Mueller, em uma carta à conferência, também declarou que manteria seu voto sagrado de seguir fielmente o Livro de Disciplina. Ele também pediu que as pessoas estivessem abertas a várias novas expressões do Metodismo.

“Dói-me o coração que, no meu 41º ano de ministério em tempo integral, a igreja que me despertou para Jesus, me abraçou, me nutriu e me deu o privilégio de servir seja quebrada e maltratada. Mas minha fé em Jesus ressuscitado significa que sei que esse não é o fim da história. A unidade cristã está viva e bem, mesmo que a unidade estrutural na Igreja Metodista Unida não esteja”, escreveu Mueller.

 

*Gilbert é redatora de notícias do Serviço Metodista Unido de Notícias. Entre em contato com ela pelo telefone (615) 742-5470 ou newsdesk@umnews.org. Para ler mais notícias da Metodista Unida, assine os resumos diários ou semanais gratuitos.

**Sara de Paula é tradutora independente. Para contatá-la, escreva para IMU_Hispana-Latina @umcom.org 

 

Área Geral da Igreja
Kim Simpson, presidente da Comissão da Conferência Geral e Janice Griffith, Illinois Great Rivers, dão as mãos em oração durante o culto de abertura na Conferência Pré-Geral Metodista Unida de 2020, realizada em Nashville, Tennessee. Foto de Kathleen Barry, Notícias MU.

Antecipação do que está sobre a mesa no GC2020

As conferências de Serra Leoa, Michigan, em breve decidirão se deve colocar o plano de separação da Igreja Metodista Unida na agenda da Conferência Geral de 2020.
Área Geral da Igreja
Kenneth Feinberg (segurando o microfone), fala durante um painel de transmissão ao vivo em Tampa, na Flórida, com membros da equipe que desenvolveram uma nova proposta que manteria a Igreja Metodista Unida, mas permitiria que as congregações tradicionalistas se separassem em uma nova denominação. Feinberg moderou o trabalho da equipe que criou a proposta, chamada "Protocolo de reconciliação e graça através da separação". Foto de Sam Hodges, Notícias MU.

Painel oferece uma pequena olhada nos bastidores do plano de separação

Os participantes metodistas unidos falam sobre a criação de um protocolo de reconciliação e graça através da separação na transmissão ao vivo.
Área Geral da Igreja
Em 3 de janeiro, um grupo de 16 membros de bispos e outros líderes metodistas unidos ofereceu a proposta do "Protocolo de Reconciliação e Graça através da Separação" para preservar a Igreja Metodista Unida, permitindo Uma nova denominação tradicionalista. Gráfico original Laurens Glass,  Notícias MU. Versão em português Rev. Gustavo Vasquez,  Notícias MU.

Processo de protocolo doloroso, mas frutífero

Os participantes da mediação falam sobre como foi encontrado um acordo entre perspectivas marcadamente diferentes para o futuro da Igreja Metodista Unida.