Conselho Judicial

Conselho Judicial
O reverendo Kirbyjon Caldwell lidera um estudo bíblico na Igreja Metodista Unida de Windsor Village, em Houston, em 2011. Caldwell se declarou culpado quarta-feira, 11 de março de 2020, de conspiração para cometer uma fraude eletrônica. Foto de arquivo por Mike DuBose, Notícias MU.

Pastor da mega-igreja de Houston se declara culpado

O Rev. Kirbyjon Caldwell, líder da maior congregação Metodista Unida, admite seu papel no plano de investimento.
Área Geral da Igreja
O membro do Conselho Judicial Metodista Unido Warren Plowden (à esquerda) faz uma pergunta sobre a investigação de votação indevida durante a Conferência Geral Metodista Unida de 2019. Ele estava interrogando o bispo Kenneth H. Carter, presidente do Conselho de Bispos da denominação, e William Waddell, consultor jurídico do conselho, durante uma audiência na reunião do Conselho Judicial em Evanston, Illinois. Foto de Mike DuBose, Notícias MU.

Tribunal superior levanta questões em intensa audiência

Uma investigação de longa duração sobre votação indevida durante a Conferência Geral de 2019 ferveu em 30 de outubro, durante uma audiência pública realizada pelo Conselho Judiciário Metodista Unido.
Área Geral da Igreja
O Plano de Indianápolis visualiza a integração de duas outras denominações "metodistas unidos" tradicionalista, centrista / progressista integrada ou separada de acordo com sua perspectiva sobre a inclusão da comunidade LGBTQ+ na igreja. Foto ilustração Rev. Gustavo Vasquez, MU News.

Grupo esboça plano de separação para denominação

Um grupo de líderes de igrejas centristas, progressistas e tradicionalistas elaborou um plano para a Igreja Metodista Unida se separar amigavelmente
Área Geral da Igreja
Membros do Conselho Judicial de 2016-2020. (Da esquerda) Fila da frente: Deanell Reece Tacha, N. Oswald Tweh Sr., o Rev. Luan-Vu Tran. Fila de trás: Lydia Romão Gulele, Ruben T. Reyes, o Rev. Øyvind Helliesen, o Rev. Dennis Blackwell e o Rev. J. Kabamba Kiboko. (Não retratado, Beth Capen). Foto por Kathleen Barry, Comunicações Metodistas Unidas.

Tribunal de Justiça aprova parte do Plano Tradicional, plano de saída

O tribunal superior da Igreja Metodista Unida descobriu que, embora algumas disposições do recém-adoptado Plano Tradicional permaneçam inconstitucionais, o resto do plano é válido como lei da igreja.
Loading