Centro LEaD da GBHEM no Brasil busca melhorar liderança na América Latina

O aperfeiçoamento da liderança na Igreja Metodista no Brasil e o fortalecimento de conexões e atividades práticas entre organizações nas áreas de língua portuguesa e espanhola da América Latina, estão entre as principais metas para o líder do Centro Regional da Junta Geral de Educação Superior e Ministérios (GBHEM – sigla em inglês) para Liderança, Educação e Desenvolvimento (LEaD) no Brasil.

O Rev. Dr. Paulo Roberto Garcia, diretor executivo do Centro LEaD no Brasil, disse acreditar que o centro é um elemento estratégico fundamental para atingir esses objetivos. Com sede em São Paulo, é um dos 10 centros globais estabelecidos pela GBHEM para promover o trabalho contínuo da agência em todo o mundo, de apoiar a formação e o desenvolvimento de líderes para a igreja global.

Be sure to add the alt. text


O Rev. Dr. Paulo Roberto Garcia, diretor executivo do Hub LEaD no Brasil. Foto: GBHEM.

“A área da América Latina e Caribe tem sua forma própria de refletir teologia, desenvolvimento missionário de igrejas e teologia prática”, disse Garcia, pastor metodista e professor de teologia da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). “Levando em consideração os contextos, recursos teológicos, comunidade acadêmica e igrejas metodistas, há uma oportunidade incrível de desenvolvimento de liderança e reflexão teológica em muitas áreas diferentes e importantes, o que exige diálogo e pensamento crítico com representantes de cada região. É por isso que entendemos que a conexão é uma chave estratégica para os desenvolvimentos que contribuirão para as futuras gerações de líderes”.

Para atingir seus objetivos, Garcia disse que o centro no Brasil irá trabalhar especificamente para:

Priorizar a Associação Latino-Americana de Instituições Educacionais Metodistas (ALAIME) como um espaço de articulação e um ambiente de compartilhamento na América Latina;

Fortalecer a liderança em capelania no Brasil como parte do programa Global de Capelania da GBHEM;

Fortalecer a liderança em educação teológica, criando uma rede de compartilhamento de recursos de centros de formação teológicos na América Latina e nos Estados Unidos;

Apoiar as oportunidades de empoderamento da liderança clériga metodista nas comunidades de língua portuguesa.

“A prioridade máxima será aumentar as conexões entre o GBHEM e uma rede de organizações educacionais no Brasil que trabalham com mais de 30.000 crianças, jovens e jovens adultos”, disse Garcia. A rede consiste em universidades de pesquisa, universidades de ensino, escolas secundárias e instituições teológicas.

“Um dos nossos primeiros projetos será fortalecer a presença dessas instituições no ALAIME e fortalecer os diálogos com a parceria Latino-Americana”, disse Garcia. “Para tornar tudo isso viável, já estamos em diálogo com a Rede Metodista de Educação, e nosso centro LEaD da GBHEM, apoiará sua participação na Assembleia ALAIME que será realizada no Chile.”

Para implementar o programa da GBHEM sobre Capelania Global no contexto latino-americano, o centro planeja apoiar os incentivos às capacitações de lideranças para clérigos e leigos em ministérios do campus, incluindo o uso de recursos de ensino à distância e outras oportunidades, através da parceria com o centro de idioma espanhol LEaD com base na Argentina.

Estabelecido em 2008, o centro localizado no Brasil foi o primeiro escritório regional criado pela GBHEM. Foi fundamental para apoiar o desenvolvimento da educação teológica na África de língua portuguesa por meio do programa SOL-Africa, que proporcionou treinamento em Angola e Moçambique. O centro também está apoiando duas ações estratégicas para atender às necessidades locais no Panamá e no Brasil. No Panamá, a Faculdade Metodista de Teologia (Fateo), em parceria com o Conselho Metodista Latino-Americano de Igrejas (CIEMAL), está desenvolvendo e implementando um curso teológico básico para equipar líderes clérigos e leigos da Igreja Metodista no Panamá para oportunidades de liderança.

Be sure to add the alt. text

(Da esquerda para a direita) Paulo Garcia, Danecia Jones (GBHEM), Paula Blanches (Faculdade de Teologia) e Demétrio Soares durante a visita do grupo em março de 2018. Foto GBHEM.

No Brasil, um projeto liderado pela Fateo e o programa da GBHEM com ministérios hispânicos/latinos, oferece uma oportunidade para que candidatos metodistas ordenados ao ministério em todo o país, passem um final de semana refletindo sobre seu chamado baseado nas três ênfases de ouvir , discernir e responder. O próximo evento anual do Programa de Orientação Vocacional (POV), que é semelhante ao evento Exploração realizado nos Estados Unidos, será realizado em setembro de 2018.

Quem auxilia Garcia no polo LEaD na América Latina e no Caribe - área de língua portuguesa, é Demétrio Soares, assessor de relações internacionais da Faculdade de Teologia da Universidade Metodista de São Paulo.

Os centros LEaD e seus diretores executivos são parte integrante da estratégia de educação global da GBHEM, posicionando a agência para fornecer desenvolvimento de liderança, com recursos de educação e ministério em 10 áreas geográficas apoiadas pelo GBHEM. Os diretores executivos residem nessas áreas e conhecem a igreja, as pessoas, a cultura e as línguas em seus respectivos contextos. Eles ajudam a GBHEM a manter contato com seus constituintes, aprender com eles e responder às suas necessidades de maneira mais eficaz.

* Sobre o GBHEM: Como agência de desenvolvimento de liderança da Igreja Metodista Unida, a missão da Junta Geral de Educação Superior e Ministério, é capacitar os líderes leigos e clérigos  Metodistas Unidos a descobrirem, reivindicarem e florescerem o chamado de Cristo em suas vidas, criando conexões e provendo recursos para ajudar no recrutamento, educação, desenvolvimento profissional e formação espiritual. Todos os presbíteros, diáconos e pastores licenciados se beneficiam de nossos programas de treinamento e candidatura. Muitos jovens adultos encontram ajuda para esclarecer sua vocação e o chamado de Deus em suas vidas através de nossos programas de liderança e discernimento. Siga-nos no Twitter e no Facebook: @GBHEM.

** Sara de Paula é tradutora independente.

(Da esquerda para a direita) Paulo Garcia, Danecia Jones (GBHEM), Paula Blanches (Faculdade de Teologia) e Demétrio Soares durante a visita do grupo em março de 2018.

 

Relacionado

Church Leadership
El Rev. Santos trabajará colaborando en el desarrollo e implementación de un nuevo enfoque para los Ministerios Hispano-Latinos en el Pacífico-Noroeste. Foto cortesía Rev. Cruz Edwin Santos.

Nuevo Director de Ministerios Hispano-Latinos en Pacífico Noroeste

La Obispa Elaine J.W. Stanovsky ha nombrado al Rev. Cruz Edwin Santos como Coordinador de Ministerios Hispanos/Latinos para la Conferencia Anual del Pacífico-Noroeste a partir del 1 de julio de 2019
Conferencia Anual
El Rev. Hernández sirvió en la Iglesia Metodista de Cuba  durante 23 años como pastor y superintendente. Es pastor fundador de La Nueva Iglesia, en la ciudad de Miami y se desempeño como Superintendente del Distrito Suroeste de la Conferencia Anual de Florida. En la foto de archivo (2013) el Obispo Kenneth Carter (izquierda) y el Rev. David Dodge (derecha) imponen sus manos sobre Hernández al comisionarle como superintendente. Foto cortesía del Rev. Armando Rodríguez.

Conferencia de Florida comisiona nuevo director de ministerios latinos

El Rev. Rinaldo “Rini” Hernández, fue designado como nuevo Director de Desarrollo de Nuevas Iglesias y Ministerios Latinos de la Conferencia Anual de Florida.
Conferencia Anual
Para la Rvda. Fabiola Grandon-Mayer, este nombramiento es como un trabajo pastoral solo que va a ser desde otra perspectiva: “Mi oración es que el distrito entienda que esto es un trabajo que hacemos juntos/as, con los/as laicos/as y clérigos/as”, dijo la reverenda.  Foto cortesía de la Rvda. Fabiola Grandon-Mayer.

Primera pastora chilena superintendente en la IMU

La Conferencia Anual del Norte de Illinois de la Iglesia Metodista Unida (IMU) se une a la lista de las conferencias de los Estados Unidos, que han nombrado a una hispana-latina como superintendenta de distrito.